A dieta dos peixes funciona para perder peso? Esquema e menu de amostras

A dieta dos peixes funciona para perder peso? Esquema e menu de amostras

Com a sua carne tenra e saborosa, o peixe é o aliado perfeito para perder peso, mas com sabor. Sacia, afasta a fome nervosa e contribui para uma sensação de bem-estar. Fonte de ácidos gordos polinsaturados Omega 3 e 6, estimula o metabolismo, combate o colesterol, reduz os triglicéridos no sangue, baixa a pressão arterial e protege o coração e as artérias.

Alimentos de baixa caloria, não uma ameaça para a cintura. Para ser comido pelo menos 2-3 vezes por semana, o peixe pode ser preparado de várias maneiras. Para uma dieta saudável, é preferível comer alimentos provenientes do mar alto e, em particular, do Mediterrâneo, evitando alimentos de criação porque são criados com antibióticos e ração animal.

Mas será que a dieta dos peixes funciona realmente? Vamos descobrir juntos e ver alguns exemplos de menus.

Qual é a dieta dos peixes e em que consiste?

O peixe, rico em zinco, fósforo, iodo, flúor e cálcio, é um excelente alimento completo capaz de estimular as funções intelectuais e reactivar o metabolismo. Também promove o bom funcionamento da tiróide, protege os ossos através da prevenção da osteoporose e aguça a memória e a visão. Fonte de Omega 3 e 6 e de proteínas nobres, não sobrecarrega o fígado e mantém os níveis de açúcar no sangue sob controlo (diabetes).

Perfeito para proteger o coração, artérias e veias, elimina as gorduras no sangue e previne doenças cardiovasculares graves. O peixe também é ideal durante a gravidez e amamentação porque estimula o correcto desenvolvimento motor e intelectual da criança.

Água doce ou salgada: que peixe se deve comer?

Acompanhado de vegetais cozidos ou saladas mistas frescas, o peixe permite-lhe controlar o seu peso e voltar à forma num curto espaço de tempo, sem ter de renunciar ao sabor e, sobretudo, sem incorrer em problemas de saúde. Em comparação com a carne vermelha ou branca, o peixe é altamente digerível porque é constituído por músculos com menos feixes de tecido conjuntivo.

LEIA MAIS  Metabolic Reset Dieta: menu, esquema, exemplo

Não há dúvida de que o peixe fresco do mar aberto ou dos lagos de água doce é melhor do que o peixe cultivado, porque é naturalmente criado. Os melhores peixes são: robalo, dourada, bacalhau, anchovas, linguado, truta, pargo, mas também lulas, polvo, cação, tainha, choco a ser cozido no forno, cozido ao vapor e aromatizado com fatias ou sumo de limão e ervas aromáticas.

Os espécimes mais pequenos são os melhores, porque têm uma menor concentração de contaminantes e poluentes.

O peixe cru (sushi) é uma moda alimentar em contínuo crescimento no nosso país. Embora preservando as características organolépticas dos alimentos, constitui um ambiente favorável à proliferação de germes e, portanto, a causa de infecções intestinais. É portanto aconselhável cozinhar sempre peixe, escolhendo entre um dos muitos métodos de cozedura: assado, cozido a vapor, grelhado, grelhado ou em água.

Os benefícios da dieta dos peixes para a sua figura

Para obter resultados concretos e perder 4-5 kg em apenas algumas semanas, é essencial comer peixe pelo menos 2-3 vezes por semana numa base regular e não ocasionalmente, pois é uma dieta muito versátil que lhe permite variar os pratos e os sabores. A quantidade diária de calorias a consumir por dia deve situar-se entre 1000 e 1400.

Do ponto de vista dos peixes, existem alimentos com baixo teor de gordura, semi-gordura e gordura. Para perder peso e recuperar a forma, é aconselhável preferir peixes mais leves (geralmente peixes azuis), que também podem ser comidos em porções maiores sem perigo para a cintura ou para a saúde. Desde as entradas aos primeiros pratos e aos pratos principais, o peixe garante uma vasta gama de sabores e aromas.

Eis o conselho do corpo editorial

Slim4Vit

  • Acelera o metabolismo

  • Controlo da fome

  • Queima gordura

Keto Capsulas Actives

  • Reduz o peso

  • Reduz a gordura

  • Reduz o apetite

Fast Burn Extreme

  • Diminui a formação de gordura

  • Ajuda à definição muscular

  • Fortalece o sistema imunitário

Keto Diet capsulas

  • Normaliza o colesterol

  • Reduz o apetite

  • Reduz a transpiração

Exemplo de esquema de dieta semanal de peixes

A dieta não conhece limitações em termos de tempo ou efeitos secundários para o corpo. Aqui está um menu semanal típico, para começar.

LEIA MAIS  Dieta vegan para perder peso: benefícios e contra-indicações

Segunda-feira

– Pequeno almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas de cereais integrais.

– Snack: 1 maçã verde ou 1 pote de iogurte magro.

– Almoço: 50 g de massa de penne com molho de tomate e 40 g de salmão fumado com um lado de salada mista.

– Snack: 200 g de uvas brancas.

– Jantar: 200 g de minestrone com legumes da época, 120 g de linguado assado acompanhado por 40 g de pão integral.

Terça-feira

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas de trigo integral.

– Snack: 1 pote de iogurte de fruta com baixo teor de gordura.

– Almoço: risoto de marisco (60 g de arroz e 50 g de lulas, chocos e mexilhões respectivamente), 200 g de feijão verde cozido.

– Snack: uvas brancas ou 1 banana.

– Jantar: 150 g de pescada com tomate cereja e azeitonas pretas, salada verde e 40 g de pão integral.

Quarta-feira

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas de trigo integral.

– Lanche: 1 pote de iogurte magro ou 1 laranja siciliana.

– Almoço: 50 g de esparguete com amêijoas, salada mista acompanhada de 100 g de queijo magro e não curado.

– Snack: 200 g de uvas brancas.

– Jantar: 120 g de peixe-espada grelhado, cenoura cozida e salada de feijão verde, 40 g de pão integral.

Quinta-feira

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas de trigo integral.

– Lanche: 1 banana ou 1 pote de iogurte de fruta com baixo teor de gordura.

– Almoço: 80 g de massa de penne com camarões e aboborinhas, salada mista.

– Snack: 200 g de uvas brancas.

– Jantar: 200 g de robalo assado em folha, salada verde e 50 g de pão integral.

LEIA MAIS  Dieta semanal equilibrada para perder peso

Sexta-feira

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas integrais.

– Snack: 1 pote de iogurte magro.

– Almoço: 50 g de massa com atum, salada mista.

– Lanche: 1 pêssego ou 200 g de uvas.

– Jantar: 200 g de salada de polvo, 50 g de pão integral.

Sábado

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas integrais.

– Lanche: 1 laranja.

– Almoço: 80 g de massa com abobrinha e mexilhões, salada mista.

– Snack: 1 pote de iogurte magro.

– Jantar: pizza com frutos do mar, salada de alface.

Domingo

– Pequeno-almoço: chá verde (ou café de cevada) e 3 bolachas de trigo integral.

– Snack: 1 pote de iogurte magro ou 1 peça de fruta a gosto.

– Almoço: 50 g de risoto de açafrão, 3 lulas recheadas, salada mista.

– Lanche: 200 g de uvas.

– Jantar: 60 g de carpaccio de peixe-espada, vestido com sumo de limão, alface.

Produtos recomendados para resultados rápidos e melhores

Todos sabemos que seguir uma dieta dos peixes é difícil em si mesmo. Assim, por vezes é altura de “pedir uma pequena ajuda a partir de casa“.

Felizmente, no mercado existem produtos eficazes que aceleram o processo de emagrecimento e outros produtos que firmam o corpo. Para obter melhores resultados é recomendado seguir uma dieta, e adicionar um suplemento alimentar, e por quão pouco fazer actividade física com ferramentas simples em casa.

Contudo, em alguns casos, estes produtos revelaram-se eficazes mesmo sem uma dieta. É evidente que os resultados são sempre subjectivos.